Engenheira de Energia -> Conheça a profissão

engenheiro de energia
engenheiro de energia

A primeira pergunta é: o que faz um engenheiro de Energia? Segundo o próprio CONFEA : “Art. 2º: Compete ao engenheiro de energia o desempenho das atividades 1 a 18 do art. 5º, §1º, da Resolução nº 1.073… referentes a geração e conversão de energia, equipamentos, dispositivos e componentes para geração e conversão de energia, gestão em recursos energéticos, eficiência energética e desenvolvimento e aplicação de tecnologias relativas aos processos de transformação, de conversão e de armazenamento de energia. ”

Como você pode notar, a área de atuação do engenheiro de energia é bem ampla, e para tentar explicar ela de uma forma mais simples, vamos dividir essa atuação em 4 partes:

  1. Geração
  2. Transmissão
  3. Distribuição
  4. Consumo.

Geração

A geração é onde a energia é gerada, é onde ela é transformada de algum recurso, como por exemplo água através das hidrelétricas, dos ventos através dos geradores eólicos, enfim, de várias maneiras, e por esses recursos transformado em energia elétrica.

Então quando se fala de geração de energia, você tem um outro leque gigante de oportunidades para o engenheiro ou engenheira de energia.

Que vai de desenvolvimento de novas tecnologias de geração, formas de geração de energia, estudos de viabilidade de uma usina (A gente pode dar como exemplo a própria hidrelétrica e o estudo do potencial hidroelétrico, que no caso corresponde ao quanto que uma usina pode gerar de energia, que vai aí de cálculos de vazão d’ agua, altura da barragem, tamanho do estoque de agua da barragem e por aí vai. E isso se repete quando falamos de outras formas de geração, como solar, eólica etc.).

Atribuições como consultoria, direção de equipes, monitoramento, laudo, parecer técnico, desenho técnico, e todas essas atribuições que são muito comuns as outras engenharias e suas respectivas funções, também competem ao engenheiro de energia.

Transmissão e Distribuição

Quando falamos de transmissão estamos falando de tensões mais elevadas onde a energia elétrica é transportada das usinas, das fontes geradoras, e levadas até as unidades de distribuição que abaixam a sua tensão, onde começa a distribuição de energia nas cidades, essa linha de distribuição são as mesmas que você encontra em avenidas e nas ruas de frente a sua casa.

Logo toda essa forma de transmitir e distribuir energia também se enquadra na atuação do engenheiro, já que precisamos cada vez mais de formas mais eficientes e inteligentes o possível de transmitir e distribuir essa energia, fazendo com que essas novas tecnologias ou formas tragam menos perdas energéticas ao nosso sistema.

Consumo

Chegando na parte de consumo, temos a eficiência energética como elemento chave, onde iremos ao como economizar o máximo de energia o possível, como utilizar essa energia de uma forma mais inteligente e eficiente e até como eu posso gerar a minha própria energia, e ai já estaremos entrando em conceito bem legal chamado geração distribuída que é um assunto para um próximo vídeo.

Planejamento energético

Uma área muito interessante para o engenheiro de energia é o planejamento energético, que é um dos grandes problemas enfrentados por diversos países no mundo, inclusive o Brasil. Que é de como organizar seus recursos energéticas para o futuro? Qual energia é a melhor para qual ambiente? Quanto de usinas temos que construir? Qual usina temos que acionar e quando acionar?

Por exemplo: nosso país é dominado por hidrelétricas, portanto somos muito dependentes das chuvas, um recurso nem sempre disponível. Então como racionar a geração dessa energia? E também como utilizar energias quem complementam a nossa matriz? E por aí vai.

Todo esse planejamento energético compete ao engenheiro de energia. Como você pode ter visto, a atuação do engenheiro de energia é muito ampla, logo o seu conhecimento deve ser abrangente, se formos dar uma olhada na grade do curso de engenharia de energia, podemos ver que temos conteúdo de várias engenharias, temos conteúdos como: Circuitos Elétricos, Bioquímica, Mecânica dos Fluidos, termodinâmica, conversão eletromecânica, Energias renováveis e por ai vai.

Então quando falamos em um engenheiro de energia, estamos falando de um profissional com uma visão muito maior sobre o campo da energia. Onde todas as fases e processos passam por sua análise. E ter sua grade curricular ampla dessa maneira, faz com que o engenheiro possa solucionar problemas com uma visão muito maior.

Então esse foi um resumão sobre a profissão de engenheiro de energia e a sua atuação no mercado de trabalho. Você também pode conferir esse conteúdo diretamente do vídeo original, de onde retiramos todas as informações:

Leave a Reply

Close Menu